Busca
Português|English
HOME|Mapa do site|Versão Impressão
Foto: Araquém Alcântara
HOME
QUEM SOMOS
UNIDADES CONSERVAÇÃO
MUDANÇAS CLIMÁTICAS
ENERGIA RENOVÁVEL
REMEDIAÇÃO
INVESTIMENTOS IMPACTO
PROJETOS
NOTÍCIAS
FALE CONOSCO
TRABALHE CONOSCO
INSTITUTO EKOS BRASIL
Av. Dr. Chucri Zaidan, 1550, cj. 1208
04711-130 - São Paulo - SP
Tel +55 11 5505-6371
Tel +55 11 3589-1502
INSTITUTO EKOS BRASIL / NOTÍCIAS / PARQUE ANDREENSE TERÁ PLA...
PARQUE ANDREENSE TERÁ PLANEJAMENTO INÉDITO

Kelly Zucatelli para o Diário do Grande ABC

 

Na segunda-feira, a Secretaria de Gestão de Recursos Naturais de Paranapiacaba e Parque Andreense junto com o Instituto Ekos Brasil reunirão profissionais como empreendedores, monitores, seguranças entre outros, para participar da oficina de planejamento estratégico do plano de manejo do Parque Natural Municipal Nascentes de Paranapiacaba.

 

A execução do projeto que deve se estender até o início de 2011 será posterior a um levantamento geral não só das riquezas botânicas do espaço de 426 hectares, mas também de toda a estrutura administrativa, predial, de prestação de serviços e de potencial turístico, segundo o responsável pelo Departamento de Meio Ambiente, Milton Fabiano de Marchi.

Os primeiros levantamentos característicos do parque serão apresentados nesse encontro, onde terão as primeiras impressões de como deverão ser conduzidas as próximas etapas. Uma delas apontada por Marchi para melhoria seria a adaptação do ambiente para melhor acessibilidade de portadores de deficiência. "Esse é um item muito importante que falta no parque", salientou o responsável.

Um perfil das pessoas que frequentam o parque também será feito para ter um mapeamento do público frequentador, que é cerca de 15 mil pessoas por ano.

Milton Fabiano de Marchi frisou que será feito um detalhamento da fauna e flora do local e as possibilidades ambientais serão fontes para elaborar novas estratégias para incrementar o turismo ambiental à conservação do local.

O plano de manejo é uma obrigação legal que toda unidade de conservação deve ter, conforme a Lei SNUC (Sistema Nacional de Unidade de Conservação), a qual determina a realização de um levantamento das características do local como a fauna e a flora, além do patrimônio histórico e cultural.

 


06/2010

< voltar às notícias