Busca
Português|English
HOME|Mapa do site|Versão Impressão
Foto: Araquém Alcântara
HOME
QUEM SOMOS
UNIDADES CONSERVAÇÃO
MUDANÇAS CLIMÁTICAS
ENERGIA RENOVÁVEL
REMEDIAÇÃO
INVESTIMENTOS IMPACTO
PROJETOS
NOTÍCIAS
FALE CONOSCO
TRABALHE CONOSCO
INSTITUTO EKOS BRASIL
Av. Dr. Chucri Zaidan, 1550, cj. 1208
04711-130 - São Paulo - SP
Tel +55 11 5505-6371
Tel +55 11 3589-1502
INSTITUTO EKOS BRASIL / NOTÍCIAS / REFERÊNCIA PARA CAPACITAÇ...
Referência para capacitação solar na Bahia

A Eletrobras inaugurou na sexta-feira, 4 de outubro,  em Salvador, o Centro de Capacitação em Energia Solar da Bahia, parte da Rede Eletrobras Procel Solar. O objetivo da rede é capacitar técnicos e realizar levantamentos nas residências de modo a avaliar o uso do aquecimento solar de água pelas famílias. Este é o segundo centro do tipo inaugurado este ano pela Eletrobras – o primeiro foi em Belo Horizonte.

O centro é fruto de parceria da Eletrobras/Procel com o Centro Universitário UNA, de Belo Horizonte, e o Instituto Federal da Bahia (IFBa). Para Marilda Guimarães, coordenadora da Rede Eletrobras Procel Solar no Nordeste, a instituição será importante na disseminação do uso de energia solar térmica e trará benefícios socioambientais para a região, graças ao trabalho de pesquisa e à capacitação de mão de obra.

Além dos centros na Bahia e em Minas, a Rede Eletrobras Procel terá ainda outros cinco, localizados em Belém, Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo e Florianópolis. A coordenação nacional do projeto é da Eletrobras e do Centro Universitário UNA, entidade que é referência em estudos e pesquisas de energia solar e será responsável pela cooperação técnica, didática e científica em cada centro. A meta do projeto é capacitar, no total, dois mil alunos em cinco anos.

Além de capacitar mão de obra, os centros têm, também, o objetivo de medir e verificar instalações de aquecimento solar, visando avaliar os benefícios e monitorar o uso da energia nas famílias inscritas no programa federal “Minha Casa, Minha Vida”. A partir deste ano, as residências construídas no âmbito do programa possuem, obrigatoriamente, os coletores solares para aquecimento de água.

Fonte: Agência Ambiente Energia


11/2011

< voltar às notícias