Até 2020, Londres terá mais da metade de sua frota de ônibus emitindo 95% menos gases poluentes. O anúncio foi feito pelo prefeito, Sadiq Khan, que gastará cerca de £86.1 milhões para renovar o sistema de exaustão de 5 mil ônibus nos próximos 3 anos e frear a poluição do ar da capital.

Este sistema será capaz de reduzir partículas nocivas e óxido de nitrogênio, além de filtrar partículas de diesel.

Atualmente, cerca de 700 a 800 com esse sistema menos poluente são introduzidos todos os anos pela prefeitura na frota de Londres. E a partir do ano que vem, todos os ônibus de dois andares introduzidos na cidade serão híbridos, elétricos ou a hidrogênio.

Em declaração ao site da prefeitura de Londres, Sadiq Khan destacou: “Nós sabemos que a poluição das nossas ruas é a maior contribuidora para o ar tóxico de Londres. É por isso que estamos trabalhando para introduzir novos ônibus “limpos” nas nossas ruas e buscando sempre métodos inovadores para modificar os ônibus que mais poluem. Não temos dúvida de que reduzindo as emissões de mais da metade da nossa frota em até 95% das emissões, esse programa inovador fará uma grande diferença na vida dos londrinos.”

O Instituto Ekos, aqui no Brasil, faz a sua parte para cuidar especialmente de nossas áreas urbanas, desenvolvendo projetos de remediação ambiental e outros. Conheça nosso portfolio!