Ecomudança 2017: projeto deve aumentar produtividade de agricultores em 100%

O projeto Ecomudança 2017, uma parceria entre o Itaú e o Instituto Ekos Brasil, contemplou 9 projetos nessa edição.

Conheça mais um vencedor!

#02 Projeto Pindoba em Carutapera – MA

Em Carutapera, no Maranhão, os produtores atualmente utilizam a técnica do corte e queima do solo para abertura de novas áreas de plantio, aumentando o desmatamento na região.

O projeto contemplado deseja levar a esses agricultores mais inovação e modernidade com a utilização de máquinas agrícolas que colaboram com a otimização do processo de plantio, preparo do solo, manutenção e colheita, aumentando, por consequência, a produtividade.

Com o aumento da produtividade, que deve chegar a 100% com a mecanização, as famílias do assentamento poderão ter um incremento de renda de até 60%.

Suprindo a demanda por novas áreas de plantio, será possível erradicar as queimadas, aumentando a fertilidade do solo e a produção, e reduzir a emissão de Gases de Efeito Estufa para a atmosfera. Todos ganham, inclusive o meio ambiente!

O projeto pretende evitar a emissão de 49 tCO2e por ano.

Com o aporte do Ecomudança, os agricultores receberão apoio para se organizarem em grupos de trabalho, alugar as máquinas, preparar o solo, plantar as sementes, manter a produção e comercializar.

Desejamos bom trabalho para a Associação de Moradores do Povoado do Sabonete! #tamojunto!